OI!!

http://img1.picmix.com/output/pic/original/7/5/0/9/4009057_16559.gif

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

ENFRENTANDO OS IDEAIS

Esses dias estava assistindo a uma entrevista com a atriz Denise Fraga na qual ela falava sobre uma das reflexões que ela pretende deixar para os espectadores em sua peça mais recente. A reflexão vem de uma simples pergunta: por que você trabalha? A intenção é fazer as pessoas refletirem, também, sobre o fato de hoje a questão financeira estar se sobrepondo a questões diversas que deveriam ser mais importantes, mas aparentemente já não conseguimos mais viver assim. Pensar em um trabalho que talvez não te traga tantas alegrias ou em um trabalho que não tenha a ver com sua área de formação, é luxo ou necessidade? Existe uma fórmula que funciona a longo prazo?

NÃO SEJA CHATO, POR FAVOR

Quando você estiver mal-humorado, contenha-se. Você se lembra da professora que dizia que uma batata podre estragava o saco inteiro? Pois é! Ao conversar com seus amigos, tente falar coisas agradáveis em vez de destilar todas as suas lamúrias. De repente, é melhor marcar com um terapeuta do que abusar do ombro amigo. Ser amigo não inclui abusos de chatices. Tá bom, às vezes inclui, mas só de vez em quando. Você é mãe e tem amigas sem filho? De repente, é uma boa não falar apenas da sua criança-mais-linda-do-munddo-cuti-cuti, viu!

Vai sair com alguém? Esqueça o celular na bolsa ou no bolo, converse olhando nos olhos, sorria mostrando os dentes. Suas redes sociais super podem esperar. Ah, e se estiver desesperado pra postar alguma coisa, segure-se: as pessoas não estão enlouquecidas pra saber o que você anda fazendo. A não ser que você seja o Barack Obama ou o Papa. E se for mandar uma mensagem ou fazer um comentário, por favor, desligue o caps lock. Caixa alta é grito e é chato - a não ser que você tenha levado a Mega Sena.